segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Do mesmo roteiro...


Em alguns dias eu vejo o mesmo filme. Em alguns dias as cores já são conhecidas e em alguns dias percebo que eu posso fazer um novo filme.
E em outros dias eu quero colo.

5 comentários:

mana disse...

te amo, menina!
quero mto de ver!
desculpe pelo fds!
na próx semana as coisas vão estar mais tranquilas! quero mto poder estar contigo!
saudadessss!!!

mana disse...

ah!! e quero mto poder ser este colo ;)

mana disse...

comentamos juntas! eu o seu e vc o meu!...
tô contigo, lu!
sempre que precisar!
te adoro menina!
querendo passar lá em casa ou um almoço juntas, QUANDO QUISER!!!...
e me dá seu e-mail do trabalho, pra gente poder "se falar" durante o dia, qdo precisar... aqui não tenho acesso ao gmail, mas posso enviar e-mails ;)!

Carol Montone disse...

Linda olha o que eu acabo de achar nm blog..o de outra Carol....
ha dias e dias e todos são vida
te adoro!!!
meu beijo
Carol Montone
Sobre a saudade

Às vezes a alma consegue se alimentar só se lembranças. Mas nem sempre é possível sobreviver.
A saudade pode ser boa só para aqueles que sabem sentir. Os que sabem a diferença que o passado e o presente possuem. No fundo relembrar é sinal de que o passado valeu a pena. Aliás, relembrar não equivale a reviver. Relembrar é real. Reviver é perigoso. Perigoso porque pode trazer a baixo todo o passado bom. Relembrar é dizer pro tempo como viver têm sido maravilhoso, apesar das pedras no caminho. Reviver é como assistir Lagoa Azul pela décima vez e fingir que não sabe o final.
Relembrar é continuar a viver. Reviver é um convite a continuar.

Ela disse...

É porque colo é muito bommmmmm!
Dias de chuva como hoje, me deixam bem assim!