sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Porque todo fim é um começo...

Todo fim de ciclo é o marco de um novo reinício. Uma nova possibilidade e cada um faz dessa o que melhor entender. Um ano se vai e outro se inicia, novas chances. E você vai ficar aí de braços cruzados esperando que alguém faça algo por você? Somos todos protagonistas de nossa histórias e não vítimas dela.

Do ano que entra só peço tolerância e paciência, para com os outros, mas principalmente, para comigo mesma.

Do ano que se vai só tenho a agradecer. Agradecer pelas grandes conquistas que, felizmente, não foram poucas. Pela garra que tive para alcançá-las porque nada na vida cai do céu. Pelas grandes responsabilidades que ganhei, e se as ganhei foi porque assim eu mesma quis. Crescer em qualquer sentido, seja profissionalmente ou emocionalmente exige uma dose extra de responsabilidade e comprometimento. Engajamento em suas próprias causas.

 Agradecer por ter sido capaz, durante a minha caminhada até agora, construir pilares sólido: minha família, meu amigos, sejam eles de longa data ou recém chegados. Agradecer e muito por ter pessoas iluminadas na minha trajetória.

 Agradecer por ter aprendido que ser forte não é julgar-se onipotente e sim ter a coragem de assumir todas as minhas fraquezas, meus medos e por ter me proposto a ultrapassá-los, ainda que muitas vezes não tenha sido da maneira mais perfeita, foi como deu pra ser, com todas as imperfeições, mas de um jeito meu, do jeito que só eu sei fazer.

 Agradecer por ter tido serenidade para passar por momentos muito difíceis e agradecer mais ainda por nesses momentos ter tido sempre alguém que me desse a mão, sempre alguém que me dissesse: chora, coloca essa dor pra fora, porque dói mesmo.

 Agradecer por ter tido a oportunidade de viver durante 28 anos ao lado do meu melhor e maior amigo, do meu primeiro e maior amor, meu pai. Agradecer porque na hora da sua passagem eu pude segurar sua mão e dizer eu te amo, como sempre fizemos.

 Agradecer por ter conhecido uma relação que está muito além das coisas desse mundo, e é engraçado que ainda na sua ausência física eu te sinto tão presente. Tão presente na minha forma de ver o mundo, de encarar as coisas, nos valores transmitidos. A sua passagem me fez querer ser uma pessoa melhor, por você, pra você e graças a você que sempre teve o dom de extrair o que há de melhor em mim.

 Agradecer por ter uma mãe guerreira, amiga que foi uma verdadeira heroína nos últimos tempos. Porque essa mulher nunca deixou de acreditar que tudo podia dar certo, mesmo quando ninguém mais acreditava. Por sua bravura, por sua transformação.

 Agradecer por ter me permitido a viver outras experiências, rever valores, mudar de idéia, ser meio adulta, meio menina. Por mesmo quando tudo estar difícil não ter perdido o foco. Por ter pessoas no meu caminho que me alavancam e que fazem ser mais e melhor.

 Agradecer por não ter tido medo de me arriscar nessa aventura diária que se chama vida!

3 comentários:

FERNANDA GABRIELA Falcao disse...

lindo demais!! parabéns lu!!

Elza porto disse...

Lu coisa Linda estou aqui Em lagrimas, conhecer como te conheci e acho q te conheço ver esta mudança de criança p uma mulher é simplesmente linda. te amo muito

Ela disse...

Suas "aventuras "em 2012 neste espetáculo chamado VIDA foram encantadores e arrepiantes!